CIRURGIA POR VÍDEO NA COLUNA?


Hoje em dia a maior parte dos procedimentos cirúrgicos pode ser realizada aberta, como antigamente, ou por vídeo, de maneira minimamente invasiva. Procedimentos urológicos, ginecológicos, e mesmo ortopédicos, no ombro e joelho principalmente, são realizados com auxílio de uma câmera e instrumentos que causam uma menor agressão. Na coluna não é diferente.

O procedimento conhecido como endoscopia de coluna já é praticado amplamente em diversos países nos 4 continentes, tem mais de 20 anos de existência, mas ainda não é tão conhecido no Brasil. O grupo de Cirurgia de Coluna do Hospital de Clínicas da UFPR, de onde vim, já faz com excelência essa técnica há anos em Curitiba, com ótimos resultados. Além disso, tive a oportunidade de trocar experiências com a equipe de um dos maiores centros de endoscopia do mundo, em Dusseldorf, na Alemanha em 2016.

Como funciona?

Através de um único corte de apenas 8mm, O cirurgião usa uma câmera de alta definição e instrumentos específicos para visualizar as estruturas da coluna, retirar fragmentos de disco (hérnias) e liberar as estruturas nervosas que causam dor. Como a câmera possuí aumento, luz de alta potência e permite trabalhar com instrumentos delicados, o corte tradicional para a visualização direta não é necessário. O dano à musculatura é menor e o retorno à vida normal pode ser mais rápido.

A cirurgia convencional exige uma incisão cirúrgica maior e causa um maior dano à musculatura. Na endoscopia as estruturas são ampliadas por uma câmera de alta definição; possibilitando uma cirurgia extremamente segura por um corte muito menor, com uma rápida recuperação e mínima cicatriz.

Na maioria das vezes a estabilização da coluna com parafusos (artrodese) é evitada e o paciente não fica com limitação de movimento no pós-operatório.

· O sangramento na endoscopia é menor em relação a cirurgia aberta;

· A internação hospitalar pode ser mais curta, e em alguns casos o paciente poderá receber alta no mesmo dia da realização do procedimento.

Todos os casos podem ser operados por vídeo?

Não, alguns casos mais graves ainda exigem a tradicional cirurgia aberta. A avaliação médica irá dizer se o seu caso permite uma cirurgia por vídeo ou não.

Por que ainda não é tão conhecida no Brasil?

Apesar de ser uma opção oferecida a quase todos os pacientes que têm hérnia de disco no exterior, no Brasil o acesso à técnica ainda é restrito. Como toda técnica moderna, exige um investimento grande em equipamento, formação e treinamento.

#coluna #cirurgiacoluna #cirurgiacolunavideo #endoscopiacoluna

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Dr. Guilherme Schlusaz Morais - Especialista em Coluna Vertebral

Clínica ONE - Rua Sete de Setembro, 777 - Galeria Stein
Centro - Blumenau-SC

  • Facebook Social Icon